post

Como evitar o racismo no ambiente de trabalho

Nos últimos meses o tema racismo vem ganhando destaque nas mais variadas áreas de notícias. O mundo está passando por mudanças sensíveis no que diz respeito às relações humanas, sociais e sustentáveis, portanto muitos assuntos estão sendo discutidos com mais profundidade, levando a novos entendimentos e condutas. O preconceito racial é um desses assuntos e no âmbito trabalhista, pode implicar em algumas práticas que normalmente não são observadas com atenção.

Para o Estatuto da Igualdade Racial comete crime quem permitir o tratamento diferenciado no ambiente de trabalho e obsta a promoção funcional por motivo de discriminação de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional. O texto original da CLT, bem como as mudanças trazidas pela Reforma Trabalhista reiteram esse conceito e estabelecem sanções aos infratores e seus prepostos. Além disso, tramitam na Câmara dos Deputados alguns Projetos de Lei no sentido de tornar ainda mais específicos os pontos relacionados a racismo, seja no ambiente de trabalho ou na sociedade em geral.

Na prática, a observação de todas essas legislações no dia a dia das empresas não é tarefa simples. É necessário que o comprometimento com as boas condutas venha “de cima para baixo”, ou seja, partindo do empresário e/ou da alta direção da organização. Dessa forma, além de evitar questões trabalhistas no âmbito judicial, a empresa colabora para uma sociedade mais igualitária.